Esta é uma rede social de escritores,artistas plásticos  e músicos, para associar-se a Literarte - Associação Internacional de escritores e artistas, entrem no site www.grupoliterarte.com.br e conheça todas as vantagens em ser um associado!

 

 

Marcus Vinicius Bertolini Rios
  • Masculino
  • Iúna - Espírito Santp
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de Marcus Vinicius Bertolini Rios

  • Anabel Diequisisque
  • Rosangela Calza
  • Marta Cavalcante Paes
  • Valquiria Imperiano
  • José João da Cruz Filho
  • Dill Ferreira
  • JOSÉ PAULO SIUVES
  • Denize Rodrigues Carneiro
  • Professor João Beserra da Silva
  • RAIMUNDA DE LAVOR NETA
  • Marcela Re Ribeiro
  • Nádia Santos
  • DJALMA P. BENTES
  • Gerson Vieira
  • Maria Luiza Vargas Ramos

Presentes recebidos (6)

De VANIA BARBOZA DA SILVA De Sandra Galante. De E, Cristina MendMor De 2q4fz3q9qrhra
 

Página de Marcus Vinicius Bertolini Rios

“ APENAS UMA POESIA “

Apenas uma poesia

que esta começando

num simples papel

para que possa encontrar

um coração vazio e nele

poder fazer com que o amor

possa nascer feliz.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

AMAR É COMO VOAR "

Como é bom amar, 
mas amar uma pessoa
que nos corresponda ao máximo,
para que possamos nos sentir
uma sensação de estarmos lá
do alto observando tudo aqui de baixo.
Amar é como voar, 
e ao esmo tempo não ter 
medo de cair nesta vôo rasante
que estamos fazendo em 
busca da felicidade plena.
É poder fazer deste nosso 
pesadelo nossos sonhos os 
mais lindos possíveis e sentir
que somos pequeninos 
perto da pessoa que amamos.
Amar é como voar, 
e neste lindo amor que 
estamos vivendo e no meu 
vôo quero sentir que sou uma
pessoa muito grande e importante
ao saber que sou amado por você.
Marcus Rios
Poeta Iúnense - Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ APENAS UM FRAGMENTO “

 

Sou só um ser que vive sob a terra

Que vaga junto ao vento que espera

O naufrago no mar da solidão junto ao porto,

Ou talvez  eu ancore perto de você presumo.

Vou navegando assim com rumo certo,

Deixando-me levar pelo vento

A procura de você.

Nesta minha viagem eu procuro a paz,

Mas nada encontro sou apenas um ser

Que está em evolução sou uma forma

De ser humano, poeira, areia, que se

Perde no tempo, pois eu sou apenas

Um fragmento junto a tantas vidas

Que existem na face da terra.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

SE TUDO TEM UM INÍCIO “

Se tudo nesta vida tem 
Um início, tudo terás um fim,
Porque será que não aceito
E insisto tanto nisto.
Não quero sofre, magoar
Mais ninguém nesta vida,
Quero simplesmente aceitar
O que realmente passou,
Mas não consigo nesta vida parar.
Vivo dentro de meu ser 
Insistindo em algo que 
Já esta perdido, procurando, 
Quem sabe esta paz que 
Eu tinha e agora me abandonou, 
Sem ao menos entender aonde
Será realmente que eu errei,
E agora estou aqui pedindo 
O perdão pelo qual eu peguei.
Eu te falei que estava perdido, 
Me sentindo estranho sem rumo,
E que tive que aprender a amar, 
A ouvir e a sentir as pessoas
Que estavam ao meu redor, 
E com os olhos cheios de lágrimas
Estava vendo que o tempo passava.
Quero tentar voar, mas não consigo,
Te desejo e na consigo parar
De te desejar minha linda mulher.
Quero agora aprender a entender a tua mente,
Para poder te dar o prazer que 
Você sente ao me ver perto 
De você minha eterna paixão.
Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ SE MORRE POR AMOR “

 

Sê morre por amor?

Pela pessoa amada?

Quando tudo termina

Deixando um vazio

Dentro de nosso peito.

Sê morre por amor?

Quando tudo termina

Tudo é tristeza,

Tudo é solidão

E um vazio toma conta

Da nossa vida.

Sê morre por amor?

Sim...

Quando a pessoa se ama

E perde este grande amor

É como que tudo estivesse

Desmoronando dentro de sua vida,

Dando um fim naquilo que ele

Construiu com muito amor e sofrimento.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ ESTRELA QUE BRILHA “  

 

Se acaso as minhas mãos

Que acariciaram teu corpo,

Se o beijo que te dei

Beijou o teu sonho,

Serei uma pessoa contente,

Porque se eu puder ser uma rosa,

Eu quero o seu amor ardente

Pois para mim você é

Como a estrela que brilha,

Aquela estrela azul, no azul do céu,

Que brilha acima de mim

Deixando-me mais feliz em te amar.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico -

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ AO MEU AMOR ... “

 

Eu queria que esta poesia

Chegasse ao ouvido da

Pessoa amada, mas

Acabei fazendo um

Relato de dor.

Pois a saudade

De você meu amor é tamanha

Que uma vibração enorme

Invade o meu corpo,

E quando me deito parece

Que vai morrer de saudade.

Oh! Quanta saudade

Eu sinto de você, mas

Sei que isto é ilusão

Mas o meu desejo é poder

Um dia encontrar você

E num beijo poder cair

Nos seus braços e poder

Viver um grande amor.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ PARE UM POUCO E PENSE “

 

Você poderia parar um pouco e pensar?

Pensar nas coisas lindas que o mundo nos mostra!

Como encanta os nossos olhos, quando nos vemos

Uma flor-botão abrindo e se transformando em rosa.

Existe coisa mais bonita,

Do que o cantar dos pássaros?

O piar de uma coruja?

O uivo de um coiote?

O grito de um macaco?

Ou o andar veloz de um veado nos campos?

Pare um pouco e pense? Pense nos campos, onde antigamente

Búfalos velozes corriam, cavalos selvagens pastavam a sua relva pura e sem perigo de ser envenenado

Pelas mãos humanas. Pense nos rios,m onde os peixes

Podiam nadar livre, sem correr o risco de suas águas

Serem poluídas pelo avanço do progresso dos homens.

Você poderia parar um pouco e pensar?

Pensar que na louca caminhada do homem estamos

Destruindo , pouco a pouco as coisas bonitas que

O nosso Criador deixou para nós. Vamos parar e pensar,

Pensar enquanto é tempo, vamos abrir os nossos olhos

E salvar um pouco de verde, do ar e quem sabe, da água,

Que antigamente era pura e nos a poluímos.

Pense com calma e todos nos vamos ver, que nos estamos

Todos errados no louco avanço em busca do progresso.

Marcus Rios

Poeta Iunense – acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ DESTRUIÇÃO DOS PÁSSAROS “

 

Ó pássaro que canta

O seu canto mavioso,

Que alegra as nossas vidas

Que faz o mundo feliz.

Ó pássaro que voa livre

Sempre em busca de felicidade

E de nova aventura.

Ó pássaro que não sabe

O que é maldade

Que só sabe transmitir alegria

Aos corações das pessoas que

Vive a escutar o seu canto mavioso.

Ó pássaro que esta sumindo

Com a louca caminhada do homem

Em busca de dinheiro e fortuna.

Ó pássaro que está

Ficando sem lugar

Pois, sua floresta

Aos poucos está acabando.

Ó pássaro que de volta

De sua longa caminhada

Sedento e faminto,

Quando vai comer,

Não come mais alimento puro,

Não bebe mais água limpa,

Pois em sua louca caminhada

O homem está matando,

Com o veneno que joga nas plantas

Os únicos que nos alegram

Com seu canto mavioso,

E preenche de alegria

Um pouco de nossa vida.

Ó pássaro que vive feliz

Preso do que solto,

Pois preso sua alimentação

É mais rica e não fica exposto

A morrer com o veneno

Que a humanidade joga nas plantas.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ AS TRÊS ÁRVORES “

 

Numa manhã de 1940, plantou-se na terra,

Junto ao Colégio Henrique Coutinho”

Com muito carinho três arvores que

Mais tarde seria o símbolo de Iúna.

Seus galhos eram enormes,

Proporcionando bastante sombras

Para os alunos que estudavam ao meio-dia.

Muitas crianças hoje formadas,

Inclusive eu este simples poeta,

Se divertia em cada árvore,

Em cada galho e sombra

Na hora do recreio.

Em seus galhos pardais ficavam,

Passarinhos cantavam alegres,

Periquitos namoravam sentindo

Livre nas três árvores.

De seus galhos, de suas folhas

E troncos mandruvás caiam despercebidos,

Quanto o vento soprava mais forte,

Fazendo as suas folhas e galhos balançar.

Cada folha desta árvore

Contava uma história dos

Alunos que ali estudavam

Em seus troncos.

De nada valeram os esforços

Dos alunos, pois nem suas lágrimas

Conseguiram conservar as árvores,

Com a louca destruição do homem

Em busca de progresso

E de prazer em destruir.

Único tesouro Municipal,

Únicas árvores históricas

Que representavam muito para Iúna,

Hoje só saudade resta das três árvores.

Hoje você não existe,

Suas folhas pequenas já não

Sentem mais o vento

E do seu tronco forte aonde

Eu sentava para descansar,

Virou cinzas, queimado pelo fogo,

Numa churrasqueira.

Árvores vocês cresceram

Com o Colégio, viram os seus

Alunos formarem, assistiram ao

Progresso de Iúna, e hoje só

Existe recordações em nossos corações.

Hoje passo perto do Colégio

Meus olhos enchem de lágrimas,

Vendo um vazio  nos lugares

Onde vocês foram plantadas,

Numa manhã de céu azul.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

 

“ BOAS PARTES DE NOSSAS RIQEUZAS VEM DA FLORESTA “

 

O ser humano, via da regra, no meio inculto, embrutece, tornando-se o senhor de tudo. Pois não vê ao seu derredor a natureza e muito menos a floresta e não respeita aquilo que Deus criou e colocou ao seu dispor que é boa parte de nossa riqueza, para que possa usufruir com dignidade.

Quantas florestas estão desaparecendo! Nossas florestas são diariamente sacrificadas de maneira criminosa, porque o homem não vê a verdadeira finalidade de sua existência, só pensa em tornar-se cada vez mais poderoso, mais rico, destruindo boa parte de nossas riquezas que vem da floresta, desta floresta que nos dá um ar puro, madeira para fazer móveis, riquezas que vem de seu sub-solo, e que transforma uma área mais bonita, mais verde e com seus bichos e pássaros, vivendo no meio de seus próximos felizes.

As riquezas de uma floresta são muitas que nem podemos falar, porque são tantas. Mais a maior riqueza de uma floresta   é a sua existência.

Se uma floresta surgiu para que destruí-la, vamos deixar

Que a velhice acabe com as suas riquezas,  não vamos destruí-la, a procura de sua riqueza.

Talvez amanhã veremos “ FABRICAREM “ novas árvores, novas florestas ou quem sabe pensam que no futuro terão poderes para volverem à terra, aquilo que hoje destroem com tanta crueldade. Vamos parar um pouco e pensar, o quanto vale termos uma floresta, pois como eu já disse boa parte de nossas riquezas vem da floresta, do verde que também é o símbolo da nossa BANDEIRA NACIONAL.

Marcus Rios

Poeta Iunense -  Acadêmico –

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

“AMOR “


Que esta força deste medo
Que eu tenho agora nunca
Impeça-me de ver o que anseio,
Que a morte de tudo e do que
Eu venha a acreditar nunca
Tape-me os ouvidos e a
Minha boca porque agora
Metade de mim que sai de
Dentro de mim é o que eu grito.
Que esta musica que chega ao longe
Ao meu ouvido seja linda e nunca triste,
Que o amor que você é para mim
Seja este amor mesmo distante
O mais lindo dos amores.
Porque amor metade de mim é partida,
Mas a outra metade é a alegria
De estar agora neste momento te amando.
Que este amor que eu sinto por você,
Não seja apenas como uma prece amorosa,
E nunca repetidas varias vezes,
Mas sim que sejam apenas respeitadas
E que se transforme no mais lindo
Dos amores de nossas vidas.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ AMOR “

Amor,
Na paisagem do som,
Entre uma alma e outra,
Como uma música a nos
Dizer coisas lindas que nossos
Ouvidos ficam horas e horas a escutar.
Amor,
É como a voz de tudo
É uma paisagem ...
Segredo de um coração...
Exaltação de um amor...
Fervor de um calor...
É como a infância na tarde
Ensolarada,
Como o perfume
Esquecido que se sente no ar,
Como notas penetrantes.
Amor,
É sonho...
Amor,
É prece...
Amor,
É pecado...
E é inocência.
Marcus Rios
Poeta Iunense - Acadêmico -
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras ( AIL )
Embaixador da Paz
Poeta del Mundo
Membro do Portal Cen de Portugal
Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz
AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores )

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ O ÚLTIMO JOGO DO GRANDE GOLEIRO LINO “

 

Numa tarde de domingo ensolarado foi-se jogado o último jogo da vida do grande goleiro  Lino, que defendia tudo, mas às vezes levava uns frangos... Mas vamos à história deste goleiro que um dia fez uma aposta meio sem jeito com o Marcus Rios, dizendo que se ele tomasse um gol do meio de campo ele enceraria a sua carreira brilhante de goleiro, aposta feita e fomos todos para o jogo.

Certo dia num domingo um grande jogo pelo campeonato municipal no Estádio de Terra Corrida, iriam se enfrentar Marcus Rios e o Goleiro Lino, não sabendo ele que seria a tua última partida como goleiro. Foi um jogo de muita emoção, torcida gritando, jogadores correndo muito, suando, pois estava um calor muito forte. Lino não sabe como, mas defendia tudo que ia a sua direção, ele pulava, fazia lindas pontes, estava todo feliz gozando a todos, pois ele parecia uma muralha, pois a cada defesa ele se agigantava mais e mais.

Terminou o primeiro tempo e ele todo sorridente foi descansar, tomou água, chupou uma laranja e como sempre vinha gozar-nos os jogadores do outro time dizendo que ninguém hoje faria um gol nele. Lino era somente alegria, pois ele sabia gozar e estava tentando fazer com que cada jogador perdesse a paciência e ficasse com raiva para não jogar nada ou quem sabe ser expulso.

Eu fiquei no meu canto pensativo, rindo do Lino e tentando armar algo para ele, para que ele pudesse se sentir derrotado para sempre, mas era impossível neste dia, pois ele estava com o espírito do grande goleiro do cascudinho do Olaria o Jerry Adriano, que quando estava coma a macaca pegava tudo e não deixava passar nada.

O juiz foi para o meio de campo e chamaram os dois times para começar o segundo tempo da grande partida, os jogadores todos apreensivos, pois valia 3 pontos e quem ganhasse estaria nas oitava de final. A torcida gritava Lino, Lino, Lino você é o nosso grande goleiro e em ti depositamos a nossa maior confiança para podermos passar para a oitava de final. Olhe para o Lino antes de começar o segundo tempo e ele todo sorridente mandava beijinhos para a torcida e beijava o escudo da terra corrida dizendo vamos ser campeões.

O jogo estava sendo jogado de um lado a outro, os dois times procurando uma oportunidade para poder fazer o gol, o Lino como sempre pegando tudo neste dia, não sei como, mas era verdade ele pegava tudo, não passava nada, até as bolas mais difíceis ele esticava todo e pegava tudo, estava muito difícil mesmo fazer um gol na grande muralha que se chamava Lino.

Aos 40 minutos do segundo tempo uma falta no meio de campo, eu Marcus Rios peguei a bola e ajeitei com carinho, bem na linha do meio do campo e o Lino fez a barreira e me disse se fizer o gol dai eu paro de jogar bola, nunca mais pegarei num gol, pendurarei as luvas e as chuteiras e começou a me gozar dizendo que eu não faria o gol e que  nem força teria para poder chutar aquela bola em direção ao gol.

O juiz fez a barreira, no gol o Lino todo sorridente, na arquibancada sem banco, mas em pé a torcida da Terra Corrida roendo unha, uns dizendo Lino pega e vamos as oitava outras dizendo deram a única oportunidade para o Marquinho bater uma falta é gol, ele vai fazer como fazia no Olaria e no Barro Branco quando jogava nestes times, olhei para os lados uns torcedores escondiam o rosto, com medo de ver a bola entrar, foi se formando uma expectativa e logo o juiz apito.

Marcus Rios tomou a devida distancia e bateu tão forte e com bastante força que o goleiro Lino apenas observou o foguete morrer aonde a coruja dorme, foi uma explosão de alegria da nossa torcida, foguetes, gritos, chapéus sendo jogada para cima, alegria nos olhos de uns e lágrimas nos olhos de outros.

Corri ao encontro do Lino e disse para ele, e ai goleiro vai pendurar as luvas, ele simplesmente tirou na camisa de goleiro e disse a partir de hoje nunca mais sou goleiro e nunca mais vou agarrar em time nenhum, nem mesmo em pelada, pois estou pendurando as luvas e chuteiras depois de ter levado este gol de falta do meio de campo.

Hoje em dia sempre passo perto do Lino e ele me olham dizendo no olhar foi você que me fez parar de jogar bola, e quando os amigos perguntam para ele porque você parou de jogar bola, você era um bom goleiro, não devia ter parado de jogar bola não, ele simplesmente diz: Foi o Marcus Rios numa falta do meio de campo que me fez um gol e eu parei de jogar bola, pois nem tive tempo de pular na bola, quando a olhei estava dentro do meu gol.

A vida é assim Lino nem sempre devemos gozar o grande batedor de falta e o chutador antes de a bola fazer a tua trajetória, devemos sempre esperar para ver o resultado do chute, pois às vezes ele nos engana e faz com que tomemos decisões precipitadas e foi através de um golaço de falta que te fiz pendurar as luvas e as chuteiras, mas a vida é assim e hoje vivemos nos dois de gozar um ao outro quando nos lembramos de fatos que marcaram a nossa vida quando jogávamos futebol.

Pois naquele tempo tínhamos time e jogávamos com amor e não por dinheiro.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro do Recanto das Letras

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas.

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ FLUMINENSE TETRA -  CAMPEÃO “

 

Foi uma verdadeira aula de futebol o que vimos no jogo do Fluminense 3 x 2 Palmeiras, em Presidente Pudente, aonde os guerreiros tricolores com bastante garra conquistaram mais um caneco para o Tricolor das Laranjeiras.

Como diz a música Sou tricolor de coração, sou do clube tantas vezes campeão, somos nos torcedores de um time tantas vezes campeões aonde a torcida é a mais linda de todas as torcidas, e que nos embeleza com a tua beldade.

O jogo foi tenso ataque de cada lado, partida corrida, o Palmeiras se lançando maia e mais ao ataque, pois precisava mais da vitoria para poder tentar se vir livre do fantasma da segundona.

Assim o Fluminense foi tomando com ta do jogo, indo somente no contra ataque para poder aproveitar de cada jogada e aos 45 minutos do primeiro tem pó um lindo lançamento de Rafael Sóbis encontrou a formiguinha atômica Wellington Nem que chutou forte e o goleiro Bruno defendeu, mas deu rebote e o artilheiro do campeonato Fred só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes.

Começou o segundo tempo e o Palmeiras como era de se esperar partiu para cima e o Fluminense ia só ao banho Maria nos contra ataque, e não deu outra, Fred foi lançado pela direita na entrada da área e mandou um cruzamento para Rafael Sóbis, mas no meio o zagueiro do verdão tentou salvar e mandou contra o teu patrimônio.

Mas ai o Fluminense deu o vacilo e viu o Palmeiras empatar a tentar ressuscitar o morto Palmeiras, que se lançou como louco ao ataque, tentando de toda maneira fazer o terceiro gol, mas nada disto adiantou num contra ataque, numa linda jogada de Jean pela direita, ele apenas levantou a cabeça a e viu Fred sozinho, tocou para o artilheiro e ele só teve o trabalho de empurrar para as redes e fazer o terceiro gol do Fluminense e sair para a galera para poder comemorar  o titulo do campeonato brasileiro.

Agora me pergunto um time que tem a melhor defesa, o melhor ataque, o artilheiro, o maior número de vitorias, o menor numero de derrotas, o melhor goleiro, como pode uma emissora como a Bandeirantes com os teus apresentadores Neto que eles ainda teimam em chamar de craque, mas escondendo o passado de jogador violento dizer que o Fluminense não tem time para ser campeão e depois vem ainda por cima um tal Milton Neves com o teu terceiro tempo somente falar do galo de minas, que para mim não passa de um pintinho que fica ciscando no terreiro tentando ser alguma coisa.

Milton Neves deveria se apegar ao teu trabalho e somente fazer o teu trabalho e não fazer como fez sábado quando falou que o Diego Cavalieri lhe mandou um brasão do Fluminense, ali ele tentou se ressalvar de alguma coisa que falou contra o Fluminense e tentou ao mesmo tempo puxar o saco do melhor time do Brasileiro.

Desde que a formula de pontos corridos foi feito, somente o Fluminense foi capaz de conseguir esta façanha tão enorme, pois nenhum outro time conseguiu fazer.

O planejamento do Fluminense foi muito bem elaborado, já nas quatro linhas pois contratou um verdadeiro profissional que teve um papel muito importante, pois ele provou que é um profissional que somente visa ajudar o time a conquistar mais títulos.

No banco o Fluminense tem um técnico que além de carismático ele é capaz de tirar um coelho de dentro do chapéu e fazer com que o time jogue por música.

No gol um goleiro que não precisa de comentários pois Diego Cavalieri provou isto ao longo do campeonato sendo considerado o melhor goleiro do campeonato, que fez da defesa do Fluminense a melhor defesa.

Fred o homem gol, o Fred vai te pegar, este sim fez gol de tudo, decidiu cada partida que parecia impossível vencer, chamou para si a responsabilidade de além de ser capitão foi um porta voz que dava bronca na hora certa, e eu fico aqui a imaginar e a pensar e não da para entender que ambos nunca foram convocados para a Seleção Brasileira, pois somente o Mano Menezes não tem olhos para os dois melhores jogadores atualmente do País.

O jogo foi demais, pois as duas equipes honraram suas camisas, raça e desespero de um lado, frieza e precisão do outro.

Nunca um título foi tão justo como este do Fluminense que vamos destacar o que mais o Fluminense conquistou:

Melhor atacante, melhor goleiro, melhor elenco, defesa menos vazada, melhor saldo, maior número de vitórias, time com menos derrotas.

Os méritos do Fluminense são tantos que nem é possível enumerá-los neste espaço, pois faltaria mais espaço para poder glorificar mais e mais o time do Fluminense.

Parabéns Tricolor, somos agora Tetracampeão.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ VAMOS MUDAR A HISTÓRIA  “

 

Podemos sim em nosso novo rumo, mudar a nossa história, a história de nosso país e fazer diferente, ousar mais quem sabe, salvar as pessoas desta miséria e desta ignorância que assola cada pedacinho deste chão que é o nosso Brasil e se pararmos e pensar um pouco podemos sim, proteger nossas crianças deste egoísmo cruel que sempre vimos e estamos convivendo. Sonhar com uma humanidade mais linda e bela, deslumbrar e vencer o caos, assim unidos fazemos a diferença e teremos a solução. Bem devagar com os pés no chão e de grão em grão, pouco a pouco iremos notar que tudo em nossa volta se transforma. Sempre que ligamos a TV vemos noticias que nos abala, falam do aquecimento global que nos os seres humanos estamos destruindo nesta louca caminhada em busca de riqueza, deparamos com desastres e mais desastres ambientais tal como o que aconteceu no Estado do Rio de Janeiro e tantos outros mais. Destruição e miséria, se uniram e aos poucos estão aniquilando, acabando e a resposta esta ai no simples olhar depois de uma chuva a destruição, parecendo nos dizer que nos estamos envolvidos nestes desastres ambientais e se pararmos para pensar estamos sim, basta olhar para a frente e tentar enxergar um pouco e se não pararmos logo com esta destruição, com esta poluição, com o desmatamento ai sim nossos filhos terão sim um areal de deserto somente pela frente. Que civilização é esta que estamos vivendo, que discrimina, explora e que escraviza os seres humanos teus semelhantes, e que aos poucos vai destruindo o pouco que temos hoje, não se importando com o amanhã, pois tira da terra muito mais que precisa, apenas pela ganância do dinheiro e pelo lucro que ele vai ter e nada mais. Enquanto estou escrevendo esta crônica, no quarto de minha casa, no meu computador, sem ao menos sentir frio, fome ou sede, ainda existem por ai, pelo mundo milhares de pessoas que vagam pelas ruas, crianças sem escola, futuro, pais ou sem ao menos um pão ou agasalho juntamente com homens e mulheres sem um fio de esperança para poder sobreviver. Nunca senti fome, meu colchão é fofinho e a minha coberta me aquece do frio, e o meu alimento, o almoço e o jantar, hummm... Não sei o que é sofrer e chorar pela miséria, fome e sede, nunca sei o que é isto, e espero que a maioria de vocês que ao lerem o que estou escrevendo, também não saberá o que é sentir fome e sede, frio e não ter onde morar. Nisto somos ricos e o que fazemos em troca para poder ajudar ao próximo nada! Absolutamente nada.! Se pararmos e pensar saberemos que teremos uma enorme capacidade de mudar este País, de provocar uma revolução quem sabe social no nosso querido Brasil, mas isto somente irá acontecer quando finalmente abrirmos os nossos olhos e acreditarmos que o nosso pouco se torna muito para aqueles que vivem nas ruas e são ignorados por nos e pela sociedade em geral. O planeta clama urgentemente pelo clamor e pela compaixão dos homens e dos filhos dos homens, de todos nos, pelos nosso ato de misericórdia e amor, vamos estender a mão , ainda há tempo de mudarmos alguma coisa ao nosso redor, pois se pararmos e pensar um pouco, veremos que somos todos nós o responsável por tudo que esta acontecendo e ai sim podemos ser os agentes transformadores da mudança que o mundo precisa para cicatrizar esta ferida que chora e clama pela dor que esta sentindo. Espero que o que estou escrevendo e falando aqui neste papel, faça com que se influenciem as pessoas mais poderosas que estão ao nosso redor, e que se cada um com sua capacidade e com sua inteligência ou se não doando alguma coisa para estas ONGS  que estão precisando muito mais de ajuda para acrescentar, ai sim teremos mais esperança por um mundo melhor e muito mais justo. Fico aqui com estas pequenas frases, juntamente com vocês, daqui a algum tempo poderemos dizer sem medo de ser feliz e gritar bem alto para todos ouvirem e escutarem nos quatro cantos deste mundo lindo e maravilhoso que nosso Pai o Criador Deus nos deu, eu comecei a fazer a minha parte, espero que você continue a fazer o que comecei.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ ACHEI QUE NÃO AMARIA MAIS “

 

Nesta minha vida

Parei um dia e pensei

Que nunca mais acharia

Um tempo para te amar mais.

Pensei que o verdadeiro amor

Nunca mais existiria,

Pois o passado foi cruel comigo,

Me feriu, me fez perder a razão,

E você menina fez com que

Este amor verdadeiro queimase de

Novo dentro do meu peito sofrido.

Com você eu voltei a amar,

A descobrir e redescobrir

Que o teu jeito de menina

Me fez desencantar de um

Jeito simples que eu não sei

Como poderei explicar.

Você fez a minha vida valer

A pena e fez  com que o fogo

Que estava ficando extinto dentro

De mim ascendese e de um

Ou de outro jeito você

Desencantou o amor

E me mostrou que nunca é

Tarde para sentir novamente o

Desejo de amar novamente.

E agora vivo assim feliz,

Alegre, cantando e sorrindo,

Pois descobri que a cada dia

Vivo amando cada dia mais.

Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Acadêmia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da AssociaçãoInternacional de Escritores e Artistas

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores )

 

“ O ORVALHO E A ROSA “

 

Quero em noites frias

Que é agraciada por

Este lindo luar poder

Presenciar a eternidade

De um grande amor

Que se forma agora

Neste lindo jardim

Que se encontra agora

Em silencio igual a

Uma rosa que aguarda

Ansiosa por seu amante.

O amante desce do céu

Seduzido pelo perfume

Desta rosa que deixa

Somente cair em gotas

Os cristais sobre o corpo

Escorrendo lentamente por

Este orvalho que se chama amor.

A lua que a tudo fica

A observar ar lá do alto

Vai intensificando o teu

Brilho junto a luz prateada

Numa única intenção de

Poder perpetuar para

Sempre este amor

Que esta nascendo.

Com os raios de sol.

Começa agora neste

Lindo amanhecer juntamente

Com este lindo sol que inicia

O dia que chega para findar

O lindo e gostoso namoro

Dos amantes que amou

Sob o clarão prateado da lua.

A rosa singela e bela

Aguardará quieta, fechada,

Como um lindo botão

Pelo seu amante que sem

Duvidas viras em muitas,

Muitas e muitas noites.

Mas como tudo é lindo

Um dia a rosa murchara,

Perderá para sempre

O teu perfume que a

Muito amante encantou,

Restando apenas a semente

Deste amor que viveu

Junto ao teu eterno amante.

Passarão muitos dias,

Muitas luas e dias,

E o amante voltará

Para poder procurar

Por sua rosa e nada encontrará,

E ali caído ao chão padecerá

Em saudades e tentará de

Toda maneira alimentar

Os filhos deste lindo amor.

Neste jardim aonde

Um alinda rosa nasceu

E viveu um grande amor,

Virão muitas filhas que

Foram nascidas deste amor,

Fazendo nascerem outras rosas,

Que em noites frias de

Um lindo luar prateado

Presenciarão a eternidade

Deste amor que junto ao

Orvalho a rosa nasceu,

Viveu, perfumou e viveu,

Uma linda história de amor

Com o teu amante.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia de Letras de Iúna (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artista

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores)

“ PENSANDO EM TI “

 

Mais uma madrugada no meu existir,

Lá fora um vento cortante,

Frio e gelado invade o meu

Coração que se encontra vazio,

Penso em ti,

Na distancia em que se encontra,

Apenas abro a janela da minha vida

E deixo que entre o amanhecer

Junto a este pensamento que esta

Louco neste instante ávido

Para poder te ver e sentir

Teus lábios nos meus

Depois de uma noite mal dormida.

Onde andaras este meu amor,

Que fazes agora neste instante,

Indaga este meu pensamento

Não sei! O que me resta fazer,

Apenas imaginar você perto de mim.

Quem és tu menina que se encontra

Distante de minha vida e ao mesmo

Tempo o que representa para mim?

Será uma estrela?

Será somente o sol,

Mas assim como num alvorecer

Você estava me esperando

Para poder me amar.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia de Letras de Iúna (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artista

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores)

“ BRILHO PERDIDO “

 

Oh! Como será que você

Passou em minha vida,

Sem que eu percebesse,

Pois nesta tua passagem

Você não teve tempo

Nenhum para poder me amar,

E eu tampouco tive tempo

Para poder ficar com você,

E assim sem ao menos

A gente apenas se notar

Tudo foi indo embora

Como o ar que respiramos.

E as coisas que iriamos

Falar um para o outro

Ficaram guardadas em nosso

Coração ocultas para uma próxima vez.

Isso as vezes acontece

Até com os casais apaixonados,

Quando se ama esquecemos

De dizer coisas lindas para a pessoa

Amada que se encontra ao  nosso lado.

A todo instante fico a imaginar

Como vai ser o nosso caso,

Tal qual o nosso amor

Assim é o nosso romance.

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia de Letras de Iúna (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artista

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores)

" SEUS BEIJOS ME DEIXAM NAS NUVENS "

Seus beijos sabores diversos,
me deixam nas nuvens, 
me faz delirar, viajar, ir 
muito além de minha imaginação,
através de teu beijo me perco
todo num desejo, num tocar de corpos.
A cada beijo que trocamos
sentimos que descobrimos 
novos pontos imaginários nunca
descobertos em nossos corpos, 
quando nossas mãos deslizam suave
pelo nosso corpo, e vai transformando
um lindo beijo num desejo louco.
Agora vem minha amada, 
beija-me, beija-me me transforme agora
no teu desejo, no teu brinquedo, 
faça de mim um instrumento
para que possamos num lampejo
sentir nossos corpos unidos,
e deixar de lado os problemas
e pensar somente no que vamos
fazer neste instante debaixo do edredon.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

" A LOBA "

Sou como uma simples lembrança
em tua vida que te provocas
lindas lembranças junto a 
emoções e sensações diversas.
Te desperto deste sono
em que você se encontra
agora numa linda tarde
de verão com um gostoso 
desejo de quem sabe o 
que quer de você minha loba.
Você é minha loba madura,
que me traz o teu cheiro
junto ao vento que 
toca agora meu rosto.
E hoje neste momento,
nesta fase de desejos
ardentes te quero 
somente para mim
minha linda loba.
Deixe-me saciar 
minha sede, junto aos desejos,
e me faça teu homem 
minha loba mulher.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ PAI CORAÇÃO FORTE “

Pai,
Você tem o coração forte,
E carrega junto a este peito
Tantas vezes sofrido uma 
Ternura junto a estas mãos 
Calejadas pela vida.
Pai,
Teu caminhar é certeiro,
Sempre ali junto, longe,
Mas sempre ali ajudando 
A vencer os obstáculos 
Que vou ter pela frente,
Mas você meu Pai quer 
Ver somente minha vitória.
Pai, 
Tu és e serás um lutador,
Um sábio entre os guerreiros,
Um grande Mestre, pois quando
Estamos em apuros você se 
Transforma no Senhor 
Absoluto das situações.
Nunca deixaste teu filho em 
Dificuldade pois você 
Estava presente em todos 
Os momentos que mais precisei na vida.
Pai, 
Que mesmo cansado depois de
Uma jornada longa de trabalho, cansado, 
Suado, com sono, não mede
Esforços para brincar comigo,
Pulando, rolando no chão,
Rindo e se divertindo, 
Por isto neste teu dia,
Você Pai é tudo de bom 
Em nossas vidas.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ SABOR DE UM BEIJO “

Na minha boca ficou agora
O sabor de teu beijo,
E minha mão nas tuas 
Demonstra o que 
Sentimos um pelo outro.
Agora dentro do meu peito 
Fica um suspiro fazendo 
O meu coração ficar repleto de amor.
Não vá, fica mais um pouco,
Enxuga agora minhas lágrimas,
Deixa que esta noite 
Possamos ser felizes,
Faz-me caricias deliciosas,
Toque meu corpo e 
Faz com que me sinta feliz
Agora neste momento
Com você junto a mim,
Ate o amanhecer amor.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ TORTURA “

Tortura esta que mesmo 
De olhos fechados e de boca
Tapada continuo a sentir.
Vejo os brilhos das estrelas,
Sinto o gosto do amor,
Os sussurros desta noite
De amor em que estamos vivendo.
Tento não me esquecer de nada,
Mas o tempo parece ser 
O meu maior inimigo a me 
Lembrar sempre das noites
Em claro que passei 
Só pensando em você.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ SOMOS DUAS PARTES “

Somos duas partes
Que se tocam e se amam,
E que diz cada uma para 
Nossa outra parte
Que nos amamos.
A outra parte dentro de mim
Te anseia, faz com que eu me sinta
Dominado e me domina,
Faz queimar o calor,
Me leva ao delírio, em fogo,
E me incendeia quando 
Estamos amando aos gritos.
Nesta angustia agora meu 
Peito sofre e divide, um te quer
O outro não te quer,
Mas mesmo assim vou 
Seguindo te amando te desejando,
Querendo ter você perto de mim
Nem que seja somente para
Poder me deixar mais maluco 
E depois sumir de vez.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

“ SEXO SEM AMOR “

Fez-me por acaso
O destino que eu 
Te amasse sem amor
Fazendo do teu coração
Muitos pedaços espalhados
Por este chão.
Quero neste momento
Ser unido por você, 
Num só desejo e alma,
Quero estar agora com você.
Agora amor de nada 
Vai adiantar um coração 
Sem prazer, pois sem ele
Não podemos sentir emoção.
Estou agora aqui a tua espera
Tentando te encontrar
Para poder fazer um 
Lindo e gostoso sexo sem amor.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )


“ MEU CORPO “

Meu corpo neste momento
Clama pelo seu neste 
Momento em que estamos
Nos derretendo em loucura e prazer.
Seu corpo agora esta a procura
De meu corpo para te aquecer,
E sentir o quanto somos felizes.
Dois corpos somos nos quando
Encontramos e que deixa fluir
Aquelas ondas de desejos
Que fazem sair lampejo
Num prazer que fica incontrolável.
Somos duas vidas e dois corações
Que se cruzaram e se sentiram 
Prazer ao se completar em um 
Sentimento de muito amor,
Num único desejo junto a 
Um pensamento só.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

" AO TEU OUVIDO SUSSURRO PALAVRAS PROVOCANTES "

Chego-te de mansinho e começo
a sussurrar ao teu ouvido,
em tom bem provocante
palavras linda que te fazem mulher,
desejada, cobiçada e cortejada.
Sem ao menos abris os olhos
você divinamente e simples com és
esboças apenas um sorriso cheia
de charme e sedutora.
Minha língua que passa na nuca por fazer,
vai-te rumo ao queixo bem lentamente
numa conquista bem demorada,
fazendo você se sentir mulher
desejada, vou deixando um rasto 
junto ao teu rosto apenas um rasto de saliva,
que vai seguindo junto ao teu corpo
por onde minha língua vai passando.
Vou-me em zigue-zague por esta pele morena,
que aos poucos vai se sentindo tentada e 
vai me pedindo mais e mais,
e como uma gata que gosta de carinho, 
você simplesmente encosta o teu corpo
junto ao meu e começa a me ro
ar
me atiçando mais e mais ainda 
o meu desejo de te possuir.
Sinto que tua respiração
começa a ficar pesada,
e eu como um simples amante
e sem luxúria te derreto aos poucos
e me endureço numa entrega
linda total sem precedentes
e sem s
e importar com 
o mundo ao nosso redor.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

" ACREDITE! ESPERE! CHORE! LUTE! "

Acredite,
sempre que em 
tua vida alguém 
está a tua espera para
poder sentir que você
não esta sozinho.
Espere,
nunca desanime
pois quando menos se 
espera o amor acontece.
Chore, 
chore somente 
por aquilo que você
sente falta e que 
gosta muito.
Lute, 
para que em cada
luta tua consiga
vencer os obstáculos
que irás ter pela frente.
Em cada palavra,
em cada momento,
sinta tudo que tem 
dentro de você,
e somente ame,
pois o amor esta 
dentro do teu peito
e ele vem de Deus.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

“ FALANDO DE AMOR “

 

A afinidade às vezes

Não é muito brilhante

Mas nada é nada menos

Que o mais dos sutis,

Delicado e que penetra

Profundo no mais intimo

Do coração de quem ama.

Não se importa o tempo,

Nem mesmo a ausência,

O adiamento da distancia,

E nem mesmo as impossibilidades

Que irão surgindo a cada dia.

Quando o coração sente

Uma afinidade por outro coração,

Torna-se lindo o reencontro

Junto a relação que se toma a seguir,

O dialogo e a conversa se faz presente

Junto ao afeto no exto ponto

Quando juntos estamos.

Afinidade é nunca haver

Tempo de perder alguém,

É uma vitória que conseguimos

A cada dia através da pessoa amada.

Mas quando existe amor de verdade

Não precisa de palavras

Para que o amor se manifeste.

Existe antes do conhecimento,

E vai irradiando ternura e amor

Pois em cada coração o que

Vai permanecer vai ser somente

O verdadeiro amor que sentimos

Um pelo outro quando junto estamos.

Para o amor quando é correspondido

Precisamos sim ter um respeito

Mútuo um para o outro,

É ficar conversando um com

Outro somente palavras lindas,

Que vai tocando cada coração

E aceitar o que vem do outro

Coração como uma linda aceitação

Que vai de encontro ao entendimento

Dos corações apaixonados.

Quando a gente ama de verdade,

Ama loucamente uma mulher,

Sentimos que o amor nasce

A cada amanhecer mais lindo ainda,

E não temos como explicar este

Lindo amor que esta nascendo

Dentro de cada vida aqui presente.

É como que sentir de nunca ter

Necessidade de explicar para

Ninguém o que estamos sentindo,

É podermos olhar e perceber

Através do olhar o lindo

Amor que se encontra em

Nossa frente ali parada,

Apenas esperando um beijo

E pedindo para dizer  te amo.

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Embaixador da Paz

Poeta del Mundo

Membro do Portal Cen de Portugal

Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membro do Mar das Letras

Membro do Beco dos Poetas

Membro do Mapa da Poesia

Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas

Membro do Recanto das Letras

Membro da Confederação Brasileira de Letras e Artes

Membro correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni - MG

Membro Correspondente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza

AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 FELIZ DIA DO BEIJO

“ O BEIJO “

O melhor dos beijos
E aquele beijo bem desejado,
Quando duas pessoas se 
Beijam e se completam por inteiro.
O beijo com sabor de desejo
Que nos da vontade 
De sermos felizes unindo
Nossos corpos num gostoso
Beijo como ponto de partida.
Mas o melhor beijo mesmo
Que a gente pode se dar
É o beijo gostoso em que 
A língua faz com que o beijo
Seja sensual e romântico,
E ao mesmo tempo o beijo
Faz com que o sexo seja sexo.

O beijo nos revela momentos

Felizes e nos prepara para o

Prazer total que iremos viver,

Pois o beijo nos prepara,

Para o momento certo,

Para o sentido da vida

Que é o amor eterno e

Quando sentimos que nossos

Corpos já estão preparados ai

Sim o beijo se torna mais gostoso

E nos faz sentir que a felicidade

Esta caminhando junto com os dois.

Fazer amor sem beijar,

E fazer amor por amor,

Não funciona, tem que ter pegada,

Tem que ter beijo pois somente

Assim se ama de verdade

E sente realmente aquele amor

Gostoso pelo prazer do amor.
Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

“ FELICIDADE E AMOR JUNTOS “

Felicidade,
Palavra esta que nasce,
Dentro dos corações sábios,
Dentro do coração dos apaixonados
Que sabem amar e sabem ser feliz.
E procura sempre buscar a alegria
Em um ombro amigo.
Amar,
É como deixar a porta do coração
Sempre aberta para que nele
Possa entrar os fluidos mágicos
De um desejo ardente que
Toca fundo a nossa alma.
O amor é aquele desejo que
Sempre que encontra com
A sabedoria se torna uma
Coisa incomum que é
A nossa eterna felicidade.
Ame somente quem te ama,
Deixe o amor se juntar com
O teu desejo e formar uma sabedoria
Abençoada pela palavra mágica do amor.


Marcus Rios
Poeta Iunense - Acadêmico -
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)
Embaixador da Paz
Poeta del Mundo
Membro do Portal Cen de Portugal
Membro dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz
Membro do Mar das Letras
Membro do Beco dos Poetas
Membro do Mapa da Poesia
Membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas
Membro do Recanto das Letras
Membro da Confederação Brasileira de Letras e Artes
Membro correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni - MG
Membro Correspondente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza
Membro da Casa del Poeta Peruano no Brasil
AVSPE ( Academia Virtual Sala de Poetas e  Escritores )

 

 

“ EXISTE AMOR “

 

Sai por ai sem destino

Com o coração aos prontos,

Tentando encontrar a solução

Para este amor que um dia

Eu tive em minhas mãos

E hoje apenas sozinho

Encontro-me sem você.

Minha alma sempre esperou

Por tua alma como a lua

Espera o casal de namorados

Para poder iluminar a noites,

Assim sou eu sem você,

A tua espera para poder

Fazer minhas lindas poesias.

Ainda existe amor em meu coração

Para poder dividir com você

A cada dia de minha vida,

E este amor sem duvida

Um dia vai encontrar você

Em qualquer lugar para

Apenas dividir com você

O amor que eu tenho.

Toda noite a lua aparece

Para iluminar a estrada,

A praça para os casais

Que por ali passam e ficam

A namorar sentando no

Banco da praça despreocupado.

Este amor que eu sinto por você

Vai te encontrar em qualquer

Parte do mundo para que

Possa sentir apenas a vontade

De me amar novamente.

 

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo e Imortal da Academia Iunense de Letras (AIL)

 

“ TEU ROSTO MEU AMOR “

 

Às vezes quando estou

No meio da noite sem sono,

Apenas a lembrança de ti

Vem me assolar e eu fico

A imaginar por onde você anda,

E isto vai doendo em minha alma

Por não saber por onde você anda,

E a falta que você faz a este

Coração apaixonado que

Sente a tua falta e faz com que

Um pedaço de mim esta faltando.

Saio por ai a tua procura,

Caminho por lugares sem

Saber por onde eu vou,

Sem saber e perceber que

A cada caminhada estou caminhando

Sem rumo e sem direção,

Procurando-te para poder

Mostrar-te a poesia que

Fiz de coração para você

Meu amor que eu amo.

Agora meu coração esta

Apenas aos pedaços sem

A memória de tua face

Em minha vida e ao mesmo

Tempo tão distante que nem

Imagino como é o teu rosto meu amor.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo e Imortal da Academia Iunense de Letras (AIL)

 

“ VAI SE ARREPENDER POR NÃO ME AMAR “

 

Quando por esta estrada

Estiver caminhando a

Minha procura para poder

Nesta tua solidão tentar

Esquecer-se dos momentos

Que vivemos juntos ai

Não terás mais este ombro

Para poder chorar sentiras

Apenas um vazio dentro

Do peito que agora se

Encontra vazio sem minha presença.

Sei que era eu que te fazia feliz

Quando eu te amava,

Pois a cada batida do teu coração

Apenas batia a felicidade

Que se irradiava para fora

E hoje o que sentes é apenas

O meu perfume e nada mais

Quando por alguém passa

E chora por saber que não

Sou eu que estou ali naquele

Perfume mas sim um estranho.

É assim que um homem

Faz quando esta apaixonado

Sentindo a falta da mulher

Que um dia foi tua e hoje

Apenas fica sozinho a chorar

Por aquela mulher que tanto

Amor deu por ela e hoje

Só sente o desprezo e nada mais.

Mas um dia quem sabe

Quando você quiser ouvir

Uma declaração de amor

De minha boca será muito tarde,

E vai se arrepender por

Não me amar mais,

E por senti apenas saudade

De mim perto de ti.

 

 

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo e Imortal da Academia Iunense de Letras (AIL)

 

O PODER DO AMOR

 

O poder do amor,

Vem com os sussurros da manha,

De dois amantes como eu e você,

Que fica dormindo apertados,

Abraçados,

Coladinhos,

E como um trovão que se

Faz presente neste instante,

Apenas olho nos teus olhos

E lhe beijo intensamente.

Eu me seguro neste instante

Em teu corpo e sinto

Que a cada movimento que

Nos dois fazemos,

Sinto tua voz que vem

Calorosa e suave ao meu

Ouvido apenas me dizendo

Palavras lindas que me fala

De um amor que nunca

Poderemos abandonar.

Você apenas é minha dama,

E eu neste instante sou

Teu homem que te procura

Para juntos fazermos o

Mais lindo e gostoso amor.

Como um homem perdido

Encontro-me agora deitado

Nos teus braços sentindo

Apenas o desejo de estar

Quieto contigo sem ninguém

Para nos perturbar.

Nos dois estamos nos

Dirigindo para algo muito

Lindo em nossas vidas,

Para um lugar aonde

Somente o amor existe,

E o som de teu coração

Batendo mais forte

Diz-me coisas lindas

Para que eu possa refletir,

Sobre o poder do amor,

Este poder que nos arrebatou

E nos fez seguir por uma

Viagem maravilhosa

Um no corpo do outro,

Num amor sem fim.

 

 

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)
 

NOSSO AMOR A BRILHAR

 

Quando no alto da

Montanha nos encontramos,

Longe de todos somente

Com o vento a tocar nossos rostos,

Apenas escuto de tua voz

Que por mim chama

Somente para me

Dizer que me ama.

Mais claro ainda

Que o sol junto a noite

Que teima em querer

Envolver-nos neste instante

Eu posso sentir em você

O meu amor brilhar em

Ti como uma luz acessa.

E como a terra gira

Em torno de nos dois

Assim gira o nosso amor

Em nossas vidas como

Se fossemos apenas um

Viajante em forma de

Desejo e de amor.

Nos dois fomos feitos

Para voar os mais lindos

Voos de mãos dadas ,

Muito além das nuvens

Riscando os céus

Num voo sem fim até

Aonde a vida pode nos levar

Num lindo flutuar rumo

Ao grande amor de nossas vidas.

Agora nos dois estamos

Velejando de mãos dadas

Como dois pássaros

Nas asas do amor,

Na mais leveza dos amores,

Quando perto da lua passamos

E observamos que a cada brilho

Que a lua brilha ela apenas

Diz-nos que juntos vamos

Ser felizes para sempre.

 

 

 

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

UM AMOR PARA MIM

 

Quando lhe vejo meu amor,

Pego na tua mão e sinto

Que você começa a acariciar

Os meus cabelos,

E eu vou acreditando que

Este amor que surge em

Você é o mais puros dos amores.

Um amor para mim,

És como um grande

Presente que eu

Ganharei na minha vida,

Quando ao acordar de abrir

Meus olhos poder ver

Que ali do meu lado

Encontra o amor de minha vida.

Você para mim é como

A chuva que cai e molha

Lentamente a terra,

Você é o sol que me aquece,

E faz com que o meu corpo

Apenas te sinta pertinho

De mim a cada dia.

A cada dia minha história

É descrita num giro que começa

Em tua vida e vai seguindo

Rumo a felicidade que apenas

Chama pelo teu nome

Que me seduz e me faz feliz.

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

EU ACREDITO NO AMOR

 

Eu acredito no amor,

Num amor

Solitário,

Que junto a um caminho

Nos mostra estrada que

Nos leva rumo ao nosso

Destino aonde o amor vai

Nascer no mais puro

Dos corações apaixonados.

Percorro cada quilometro

Desta estrada,

Inquieto,

Somente sentindo

O bater suave do vento

Que me conduz ao amor.

Vou seguindo rumo

As batidas de teu coração,

Deixando me guiar

Somente pelo teu amor

Nesta escuridão que se

Encontra agora em nossa frente,

E sinto que estou sendo

Guiado de volta para um

Lugar aonde tudo aconteceu

Em sonhos este lindo amor.

Sozinho,

Seguimos,

Cada um ao encontro

De nosso destino

Que é o nosso coração

Que se encontra agora

Neste instante apenas

A espera de nossos

Corpo para se unirem

E formar um lindo casal.

Vou seguindo a estrela

Que esta me indicando

Lá do alto o caminho

Certo para poder chegar

Ao teu coração e nele tão

Somente fazer a moradia

Para que eu possa me sentir

O home mais feliz quando

Em teus braços me encontrar.

E quando este dia chegar

E você tocar-me vai sentir

Que vale a pena acreditar na

Palavra amor que temos

Dentro do coração e que

Sobre fortes ameaças tudo

Vence para seguir tão

Somente rumo ao amor.

 

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

AMAR FAZENDO AMOR

 

Sozinho em meu silêncio,

Estava eu a andar calmo,

Tranquilo na cidade,

Sentindo o calor do teu olhar,

Fez-me apenas despertar

Do meu longo sono

Junto a esta solidão que

Teimava em querer fazer

Moradia em minha vida.

Você quando me olha

Apenas conserva o amor

Que eu tenho dentro

De mim e que por você

Aumenta ainda mais a chama

Deste amor que surge aos

Poucos dentro de minha vida.

Quando no teu braço eu

Estava sentia que a cada segundo

Eu sentia que perdia a razão

Junto ao medo da entrega

Que ia se acomodando em

Meu coração junto a felicidade.

Você despertou o amor

Dentro de minha vida,

Como desperta a mais simples

Rosa que se sente acariciada

Pelo vento e se entrega

Na mais linda das paixões,

Quando descobre que é

Somente junto a ti que

Posso te amar fazendo amor.

Juntos nos dois descobrimos

Os segredos e entre risos

E lágrimas veio o sol

E nos banhou com o teu

Raio solar o nosso corpo

Seminu que foi fazendo

Com que a cada momento

Como num sonho,

Sentimos o verdadeiro

Amor dentro de nós.

 

 

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

AINDA EXISTE AMOR

 

Ainda existe amor

Quando você nos meus

Braço adormece junto

A mim e vai fazendo

Com que as dúvidas

Deste amor ainda existe

Dentro de nosso coração.

A indecisão que eu tinha

Por estar gostando e ti,

Eu mandei para bem longe

Para tão somente viver

Junto a ti neste instante.

A solidão que teimava em

Querer me abater apenas

Fiz com que fosse embora

Para que eu pudesse com

O coração livre, solto e aberto,

Poder te amar e dizer

Que ainda existe amor

Dentro deste peito sofrido.

Quando você adormece

Nos meus braços então

Não me resta dúvidas,

De que em nos dois

Ainda existe um amor

Verdadeiro que vai fazendo

Com que a cada dia nossa

Vida seja feita tão somente de amor.

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

QUANDO EU PRECISO DE AMOR     

 

Quando eu preciso de você,

Eu apenas fecho os meus

Olhos e me vejo sendo absorvidos

Por pensamentos que me

Levam para junto de você

Num momento tão especial

De minha vida que me faz

Sentir apenas todo teu neste momento.

Dentro de mim agora

Escuto apenas as batidas

Distantes deste meu coração

Que sofre e chora de amor

Por ti neste momento.

Quando eu preciso de

Muito amor em minha vida,

Eu apenas estendo a minha mão

E sinto que estou tocando

O teu rosto e sentido

Que a cada toque apenas

O amor se faz presente

Em cada toque que dou em ti.

Umm telefone nunca iras substituir

As batidas de um coração que ama

E que sente a tua falta neste instante.

Não é fácil assim quando

Seguimos por um caminho

E não encontramos o verdadeiro

Amor para que possa nos indicar

O caminho do coração para que o

Amor possa ao mesmo tempo ser

Implantado dentro de nosso coração.

E sem ti nunca viajarei sozinho,

Pois não quero ter que

Enfrentar este frio sozinho

Sem ao menos sentir o

Calor que vem do teu corpo.

Preciso de você como

Um corpo precisa de amor,

Assim vou vivendo a minha

Vida sem rumo e sem destino

Apenas a procura do amor que

Encontra-se bem distante de

Minha vida neste instante.

 

 

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

COISAS DO AMOR III & COISA DO AMOR II - MARCUS RIOS & HELENITA DUARTE - DUETOS - 

 

Fomos surpreendidos pelo amor

Este amor que vai e vem no

Balanço das ondas junto há

Seduções e cheios de desejos

Que vai surpreendendo o nosso

Coração numa linda coisa do amor.

 

Simplesmente este amor foi

Unicamente chegando e logo

Deu um lindo mergulho dentro

De minha alma e foi tocando

Este meu coração e foi ao mesmo

Tempo me surpreendendo e

Ferindo-me minha vida de amor.

 

Que a cada onda deste amor possa

Sossegar e permanecer no alto mar,

Esperando o seu tempo de amor na

Mais pura compreensão dos queres

Deste nosso coração que fora apenas

Surpreendido por este maravilhoso amor.

 

Que o destino seja nosso aliado e vai

Cuidando das nossas escolhas para

Que possamos fazer sem cobrança

E ao mesmo tempo sejamos mesmo

Imersos numa realidade muito diferente

Mas que junto nos dois faça valer

Para sempre o nosso sonho de amor

Para que juntos possamos amar de verdade.

 

Nunca iremos permitir que este nosso sentimento

O amor seja somente uma coisa de amor sem valor,

Mas que mesmo na saudade do passado possamos

Seguirmos sempre em frente sonhando e quem sabe

Sentindo ainda este amor que distante esta

Dentro de nosso coração e da nossa alma.

 

E finalmente quando o nosso momento de amor

For único e verdadeiro e estiver acontecendo

Em nossa alma vamos sim cuidar deste amor,

Para que este amor seja apenas o calor de nossa vida

Que vai nos aquecer em cada momento de nossa vida

Num lindo e gostoso sentimento que vai nos permitir

Finalmente o encontro do carinho de duas almas

Que se desejam, tocam e sentem o amor,

Numa simples coisas de amor para que juntos

Possamos amar incondicionalmente este lindo amor.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras ( AIL )

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

 

 

COISAS DO AMOR II

 

Somos surpreendidos por amor

Ele o amor vai e vem como as

Ondas do mar há sedução desejos

Tudo de novo... Coisas do amor...

 

Unicamente simplesmente esse amor

Chegou e mergulhou em minha alma

Tocou o meu coração ao mesmo tempo

Fui surpreendida ferindo-me de amor

 

Que as ondas desse amor sossegue e

Permaneça em alto mar a esperar o seu

Tempo de amor na compreensão dos queres

Dos corações surpreendidos por esse amor

 

O destino cuidará das nossas escolhas...

Façamos sem medo sem cobranças...

Sejamos nós mesmos imersos em realidades diferentes

Mas vamos fazer valer o nosso sonho e amar...

 

Não permitiremos que este sentimento o amor

Sejam somente coisas de um amor...

Saudade de um passado gostoso que nos faz sonhar

Mas façamos do nosso passado de amigos

As nossas alegrias de um futuro promissor e esperançoso

 

E quando nós estivermos nesse momento de amor

Vamos cuidar desse amor

Que este amor seja o calor de nossas vidas

Que nos aquecerá em nossos momentos de conhecer

Um sentimento que permitirá o encontro do carinho

Que sentimos um pelo outro

Coisas do amor... amar incondicionalmente meu amor.

 

 Helenita Duarte


 

 

Fotos de Marcus Vinicius Bertolini Rios

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Caixa de Recados (13 comentários)

Você precisa ser um membro de Associação Internacional de Escritores e Artistas para adicionar comentários!

Entrar em Associação Internacional de Escritores e Artistas

Às 10:24 em 27 agosto 2015, hope disse...
Olá Paz seja convosco,

Eu desejo que você e sua família momentos felizes da vida agora e para sempre amém. Por favor, eu não tenho relação formal com você, mas por causa da minha situação e as circunstâncias presente Eu sou feito entrar em contato com you.I ter sido vítima de câncer e têm uma vida curta para leave.I fiz a minha mente para doar a minha herança de 6,5 milhões de USD para os menos privilegiados por favor me ajude a cumprir o meu último desejo.

Entre em contato comigo através do meu e-mail privado: glorysamuel54@gmail.com

Espero ouvir de você

Obrigado

Mrs Glória Samuel.
E-mail: glorysamuel54@gmail.com
Em 1:49am on junho 01, 2013, VANIA BARBOZA DA SILVA deu para Marcus Vinicius Bertolini Rios um presente...
Presente
olá como vai? Prazer em tê-lo como amigo...
Às 19:42 em 25 dezembro 2012, NILZE MONTEIRO disse...

Bem-vindo! Obrigada

Em 6:11pm on dezembro 06, 2012, E, Cristina MendMor deu para Marcus Vinicius Bertolini Rios um presente...
Presente
Boa tarde, Marcus! Seja bem vindo! Abçs, E,Cristina
Às 12:00 em 15 novembro 2012, Marieta H. de Melo Belo Genofre disse...

Às 15:18 em 8 novembro 2012, Gel Santos disse...

Boa tarde, Marcus!

Às 14:48 em 8 novembro 2012, IZABELLA PAVESI disse...

Olá!...é muito bom compartilhar nossos trabalhos neste espaço super especial! abraços. SUCESSO!!!

Às 19:43 em 6 novembro 2012, Rute Rufino Miranda disse...

Ola Marcus, é um prazer ter voce como amigo. Um grande abraço

Em 2:57pm on novembro 06, 2012, Dill Ferreira deu para Marcus Vinicius Bertolini Rios um presente...
Presente
Boa Tarde Marcus Vinicius! Muito obrigada pelo presente. Lindas palavras. Abraços!
Às 12:42 em 6 novembro 2012, Dill Ferreira disse...

Bom dia Marcus Vinicius!

Seja bem vindo! Abraços.

 
 
 

© 2018   Criado por Izabelle Valladares.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço