Esta é uma rede social de escritores,artistas plásticos  e músicos, para associar-se a Literarte - Associação Internacional de escritores e artistas, entrem no site www.grupoliterarte.com.br e conheça todas as vantagens em ser um associado!

 

 

Blog de Daniel Cordeiro Costa (360)

POEMA A VIDA É ROSA

A VIDA É ROSA
A vida é rosa
Gostosa de ser vivida
Como poética prosa
Com mente atrevida
Com gosto, em grosa
Eternamente ávida
A vida é rosa
De importância devida…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 16 agosto 2017 às 11:30 — Sem comentários

POEMA LUNDA - RIO LUACHIMO

LUNDA - RIO LUACHIMO
Lunda – rio Luachimo
Da Lunda gravata
Para além de Saurimo
De Angola topónimo
Do reino dos quiocos, a nata
Cultura guardada no íntimo
Vera e nobre cantata…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 14 agosto 2017 às 9:34 — Sem comentários

POSTAIS ROMANCE DO LUACHIMO

11 POSTAIS ROMANCE DO LUACHIMO
 
O presente grupo de 11 postais ilustrados, que há cerca de 50 anos, fazem parte do meu acervo particular, exercem particular recordação.
1º. - Porque em 1963, estando em Angola, na guerra do ultramar, conheci a oportunidade de visitar o rio Luachimo,
2º. – Porque, no mesmo âmbito, visitei o museu etnográfico da Cidade do Dundo, onde foram fotografados os motivos das máscaras, cujos…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 12 agosto 2017 às 15:29 — Sem comentários

POEMA FLOR RABISCADA NO TRENÓ

 
FLOR RABISCADA NO TRENÓ
Flor rabiscada no Trenó
Entre a assistência medito
Anoto, como se estivesse só
Observo, vendo, reflicto
Viajando no tempo, sereno
Como a viver um rito…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 10 agosto 2017 às 14:00 — Sem comentários

PARADIGMA DA CORRUPÇÃO - LAVA JACTO



O autor e o pianista do restaurante Sol e Brasa (João Pessoa - 2016)





O autor, no lançamento do livro NUA da cançonetista Renata Arruda (2016 . João Pessoa)



PARADIGMA DA CORRUPÇÃO - LAVA JACTO
 
Continuando sempre o Brasil o grande País do futuro - questiona-se: porque, já passados dois séculos, esse futuro continua adiado?
Miguel Foz é levado a crer que focos de políticos…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 9 agosto 2017 às 15:25 — Sem comentários

POEMA VARANDA DAS PALMEIRAS

VARANDA DAS PALMEIRAS
Varanda das Palmeiras
Recordando as ditas
A quinta e suas amoreiras
As belezas sauditas
As festas costumeiras
Dos Santos Populares catitas
Varanda das Palmeiras…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 7 agosto 2017 às 15:25 — Sem comentários

POEMA O JOGO DA BOLA DE PAU

O JOGO DA BOLA DE PAU
O jogo da bola de pau
Papa João Paulo I (primeiro)
Referência biográfica de baú
De praticante cimeiro
A história constrói-se de pormenores de nau
Tudo tem início de ”fúria” de romeiro
O jogo da bola de pau
Um futuro Papa foi parceiro
Faz deduzir que a Santa Madre inventou o…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 4 agosto 2017 às 10:23 — Sem comentários

DO MEU FUTURO LIVRO - ANÁLISE SOCIOLÓGICA DAS ELITES

ANÁLISE SOCIOLÓGICA DAS ELITES
 
Já se vê que,  Miguel Foz, se acreditasse em destinos, intuiria já estar pré-determinado ter nascido brasileiro, mas não, a dedicação ao País do Cruzeiro do Sul é apenas factual.
Sendo assim, com certo conhecimento de causas e efeito, propõe-se analisar esse grande futuro que sempre foi destinado ao Brasil, e que a sua colonização e consequente descolonização, continuam a fazer…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 2 agosto 2017 às 15:08 — Sem comentários

POEMA FLOR DE BELEZA DIVINA

 
FLOR DE BELEZA DIVINA  
Flor de beleza divina
Baloiçando no jardim,
No jardim da campina
Acenando com frenesim
Desejo de mulher menina
Estrela, jeito de arlequim…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 1 agosto 2017 às 14:21 — Sem comentários

POEMA A ESPERANÇA É SEMPRE NOVA

A ESPERANÇA É SEMPRE NOVA
A esperança é sempre nova
Jamais se deve perder a esperança
 A toda hora, a cada dia se renova
Será sempre bem - aventurança
Sentir o dom que compraz e inova

O dom do prazer, da perseverança
A esperança é sempre nova
Orgulho que toma e se balança
O estímulo que a…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 27 julho 2017 às 2:12 — Sem comentários

POEMA TEMPORALIDADE DA VIDA

 
TEMPORALIDADE DA VIDA
Temporalidade da vida
Amor de eternidade
Alma de calor provida,
Alma de espiritualidade
 Majestade em crisálida
Temperamental afinidade
Temporalidade da vida,
Amor de eternidade
Felicidade de ermida
Amor de…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 24 julho 2017 às 6:39 — Sem comentários

POEMA PALAVRAS DE CRUELDADE MENTAL

 
PALAVRAS DE CRUELDADE MENTAL
Palavras de crueldade mental
Verdadeira projecção de insanidade
Bipolar crueldade comportamental
Criação de cenários de animosidade
Sem vislumbre de sentido parental
Nada a fazer prever, incomodidade
Criação do incomum incidental
 Mau uso e insana liberdade
Palavras de…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 21 julho 2017 às 16:41 — Sem comentários

POEMA VETUSTA CIDADE DE ÉVORA

VETUSTA CIDADE ÉVORA
Vetusta cidade de Évora
Das ruínas do templo de Diana
Mitológica deusa de pandora
Da caça senhorial romana
Figuração de silvestre amora
Da Praça do Girado hossana
Conjunto que a vista namora
Como se fosse atingido o nirvana
Vetusta cidade de Évora
De meus encantos –…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 16 julho 2017 às 7:02 — Sem comentários

POEMA JAMAIS DEVERIA TER ACONTECIDO

JAMAIS DEVERIA TER ACONTECIDO
Jamais deveria ter acontecido,
Cinquentenário recordado por isso,
Acontecimento escarnecido (?)
Intelecto desfocado, omisso
Desfasado e obscurecido
Lealdade com os deuses, compromisso
Jamais deveria ter acontecido:
-  O casamento da insanidade, com a seriedade
Haja coração sempre…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 8 julho 2017 às 16:34 — Sem comentários

EXSELSA SELSA (enicio do livro BRASIL - PAÍS DO FUTURO

A EXCELSA CELSA
 
Foi já em 1968 que Miguel Foz entrou nos quadros intermédios da grande Fábrica Gráfica, Bertrand & Irmãos, então detida pelo Grupo brasileiro A.G.G.S.
Ali tomou conhecimentos avançados, para a época, de entusiasmar quem, tendo partido havia quatro anos, de jornaleiro de jorna, da agricultura.
Ali estava Miguel Foz, no gabinete que partilhava, com o veterano António Alcaraz, a ser o…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 7 julho 2017 às 5:01 — Sem comentários

POEMA CLARIVIDÊNCIA E HUMILDADE

CLARIVIDÊNCIA E HUMILDADE
Clarividência e humildade
Visão envergonhada, em permanência
Contudo se patenteie a sagacidade
Com a eterna deferência
Haja rigor no desejo de igualdade
Deverá ser mantida a congruência
Constância e desejo da afabilidade
Desejo de permanente grandiloquência
Clarividência e…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 6 julho 2017 às 11:09 — Sem comentários

POEMA ANJO CONVERGENTE

ANJO CONVERGENTE
Anjo convergente
Velando em permanência
Planando, diligente
Perante deuses, clemência
Oratória fulgente
Perfeita clarividência
Paciência de guardião agente
Juiz de competência
Anjo convergente
Alegre, apelando à consciência,
Velando continuamente
Máxima…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 2 julho 2017 às 15:07 — Sem comentários

POEMA ATÉ SEMPRE CAMARADA

ATÉ SEMPRE CAMARADA
Até sempre camarada
Despedida de militar,
Despedida da amada,
Encontros a perpetuar
Despedida de letrada
Entre políticos auditar
Até sempre camarada,
Todo o mundo a deve gritar,
A frase deve ser doirada,
Para o mundo ser um altar,
Para uma vida de…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 30 junho 2017 às 17:01 — Sem comentários

POEMA PLANTA FLORIDA

PLANTA FLORIDA
Planta florida,
Juncando o caminho,
Parecendo ermida,
Que se olha com carinho,
Atapetando a vida,
Prefigurando pergaminho,
Rumando definida,
Enfrentado qualquer redemoinho,
Planta florida,
Encanto de azevinho,
Sem rede, ou compartida,
Caminhando…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 28 junho 2017 às 17:01 — Sem comentários

DO PREFÁCIO - LIVRO BRASIL - O SORRISO DE DEUS

PREFÁCIO

 

A história só se escreve com palavras depois

que se desenvolve como realidade.”
Florestan Fernandes – sociólogo, ensaísta brasileiro
A lusofonia é a plataforma que…
Continuar

Adicionado por Daniel Cordeiro Costa em 26 junho 2017 às 10:00 — Sem comentários

© 2017   Criado por Izabelle Valladares.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço