Esta é uma rede social de escritores,artistas plásticos  e músicos, para associar-se a Literarte - Associação Internacional de escritores e artistas, entrem no site www.grupoliterarte.com.br e conheça todas as vantagens em ser um associado!

 

 

A SAGA DO JULIÃO

A saga do Julião

Aconteceu no século,

No século passado

No mundo, do outro,

Do outro lado

Nascia a alvorada

Julião aparecia,

Aparecia enfiado

Como que desconfiado,

De enxada e garrafão.

Só à noite regressava

Não queria saber de nada,

Apenas visitar,

Visitar a Eduarda

Mundo do outro,

Do outro lado,

Nascia a alvorada,

Só à noite regressava

A Eduarda visitava:

- Ó Eduarda serve-me,

Serve-me a canada,

Subia ao mocho

Bebia e rodopiava;

Cantarolava assim:

Dizem por aí que sou,

Que sou mocho,

Que sou frouxo,

Que nada…

Más… línguas!…

Ó Eduarda serve,

Mais uma canada!...

Mundo do outro,

Do outro lado,

Nascia a alvorada,

Só à noite regressava

Daniel Costa

Exibições: 7

Comentar

Você precisa ser um membro de Associação Internacional de Escritores e Artistas para adicionar comentários!

Entrar em Associação Internacional de Escritores e Artistas

© 2018   Criado por Izabelle Valladares.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço